PF afasta delegado bolsonarista acusado de ajudar garimpeiros

O delegado bolsonarista Everaldo Eguchi é acusado de violar sigilo funcional durante a Operação Migrador, que investiga o garimpo ilegal de Manganês em Marabá, Sul do Pará

(Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O delegado bolsonarista Everaldo Eguchi foi afastado pela cúpula da Polícia Federal (PF), informa portaria de quarta-feira, 24. Ele é investigado por supostamente vazar informações de operações da corporação a garimpeiros.

Eguchi é acusado de violar sigilo funcional durante a Operação Migrador, que investiga o garimpo ilegal de Manganês em Marabá, Sul do Pará. Em julho deste ano, a Justiça ordenou busca e apreensão na casa de Eguchi em Belém, onde encontrou uma mochila vermelha com maços de dinheiro em reais, dólares e euros, destaca o Radar da Veja.

Com apoio de Jair Bolsonaro, o delegado disputou o segundo turno da prefeitura de Belém pelo Patriota, em 2020, mas perdeu para o atual prefeito, Edmilson Rodrigues (PSOL).

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email