PF conclui inquérito sobre manipulação de mercado pelos irmãos Batista

Polícia Federal informou que concluiu inquérito que investiga os irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores da processadora de carne JBS, por uso de informações privilegiadas e manipulação de mercado; "Eles tinham informações bombásticas, com um potencial de impacto relevante no mercado. Eles tinham informações que iam impactar o mercado, todos os agentes financeiros que tivessem acesso àquela informação se posicionariam no mercado", disse o delegado Edson Garutti

Polícia Federal informou que concluiu inquérito que investiga os irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores da processadora de carne JBS, por uso de informações privilegiadas e manipulação de mercado; "Eles tinham informações bombásticas, com um potencial de impacto relevante no mercado. Eles tinham informações que iam impactar o mercado, todos os agentes financeiros que tivessem acesso àquela informação se posicionariam no mercado", disse o delegado Edson Garutti
Polícia Federal informou que concluiu inquérito que investiga os irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores da processadora de carne JBS, por uso de informações privilegiadas e manipulação de mercado; "Eles tinham informações bombásticas, com um potencial de impacto relevante no mercado. Eles tinham informações que iam impactar o mercado, todos os agentes financeiros que tivessem acesso àquela informação se posicionariam no mercado", disse o delegado Edson Garutti (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A Polícia Federal informou nesta terça-feira que concluiu inquérito que investiga os irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores da processadora de carne JBS, por uso de informações privilegiadas e manipulação de mercado.

"Eles tinham informações bombásticas, com um potencial de impacto relevante no mercado. Eles tinham informações que iam impactar o mercado, todos os agentes financeiros que tivessem acesso àquela informação se posicionariam no mercado", disse o delegado Edson Garutti, em entrevista à Globonews, acrescentando que eles sabiam que essas informações eram relevantes e de impacto.

A finalização do inquérito, segundo comunicado da PF, foi entregue ao Ministério Público Federal, que poderá apresentar denúncia, pedir novas investigações ou arquivar o caso.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247