PF divulga foto de italiano procurado pela Interpol

Sergio Andolfi, de 70 anos, convivia com uma brasileira na Bahia, mas no visto desde 2000; PF acredita que ele tenha simulado a prpria morte; Interpol recebe qualquer informao sobre o paradeiro do italiano

PF divulga foto de italiano procurado pela Interpol
PF divulga foto de italiano procurado pela Interpol (Foto: DIVULGAÇÃO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Polícia Federal (PF) divulgou a foto do italiano Sergio Andolfi, de 70 anos, procurado pela Interpol pelos crimes de estupro, violação, indução ao aborto e peculato. Segundo a PF, o italiano, que é médico ginecologista e obstetra, aproveitava-se do estado de letargia de suas pacientes após a aplicação de sedativos para cometer os crimes sexuais, que ocorreram entre 1989 e 1994.

Andolfi convivia com uma brasileira chamada Rosângela em Salvador, na Bahia. Em 9 de outubro de 2000, seu veículo foi encontrado carbonizado na periferia da capital baiana e, desde então, ele não foi mais visto. Sua companheira na época notificou o desaparecimento, mas desconfia que ele esteja vivo. Ela não teve mais notícias do italiano.

A PF desconfia que, ao saber que estaria prestes a ser descoberto, o criminoso teria simulado sua própria morte, já que em dezembro de 2000, ano do desaparecimento, Andolfi teria mantido contato no Paraguai com pessoas que poderiam renovar seu passaporte daquele país. O documento, no entanto, não chegou a ser emitido.

Recentemente, sua família na Itália solicitou à Justiça italiana a declaração de sua morte presumida, alegando que seu desaparecimento já tem mais de 10 anos.

Qualquer informação relativa à possível localização do italiano pode ser encaminhada à Representação da Interpol na Bahia, através do e-mail [email protected], e será mantida em sigilo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email