PF faz operação contra contrabando em quatro estados

Quadrilha movimentava por ano cerca de R$ 3 bilhões em mercadorias contrabandeadas e utilizava várias aeronaves, segundo a PF; a ação, batizada de Celeno, cumpre 138 mandados judiciais, em cidades do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espirito Santo; do total de mandados, 28 são de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 18 de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, e 77 de busca e apreensão

Quadrilha movimentava por ano cerca de R$ 3 bilhões em mercadorias contrabandeadas e utilizava várias aeronaves, segundo a PF; a ação, batizada de Celeno, cumpre 138 mandados judiciais, em cidades do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espirito Santo; do total de mandados, 28 são de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 18 de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, e 77 de busca e apreensão
Quadrilha movimentava por ano cerca de R$ 3 bilhões em mercadorias contrabandeadas e utilizava várias aeronaves, segundo a PF; a ação, batizada de Celeno, cumpre 138 mandados judiciais, em cidades do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espirito Santo; do total de mandados, 28 são de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 18 de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, e 77 de busca e apreensão (Foto: Roberta Namour)

247 - A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação na manhã desta quinta-feira (16) para combater o crime de contrabando, em cidades do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espirito Santo.

A quadrilha movimentava por ano cerca de R$ 3 bilhões em mercadorias contrabandeadas e utilizava várias aeronaves, segundo a PF.

A ação, batizada de Celeno, cumpre 138 mandados judiciais. Do total de mandados, 28 são de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 18 de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, e 77 de busca e apreensão.

As investigações começaram em 2013 e identificaram quatro grupos criminosos. Ainda conforme a PF, eles conduziam aeronaves de Salto Del Guairá, no Paraguai, até pistas clandestinas no interior de São Paulo, segundo o G1.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247