PF faz operação contra fraudes de R$ 200 mi em exportações de máquinas agrícolas

Operação Conexão Venezuela foi deflagrada em cidades do Rio Grande do Sul e de São Paulo e visa apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa, investigações tiveram início com base em procedimento fiscal da Receita Federal, que identificou pessoas jurídicas fazendo operações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para a Venezuela; dinheiro movimentado pela organização teria ultrapassado R$ 200 milhões

Operação Conexão Venezuela foi deflagrada em cidades do Rio Grande do Sul e de São Paulo e visa apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa, investigações tiveram início com base em procedimento fiscal da Receita Federal, que identificou pessoas jurídicas fazendo operações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para a Venezuela; dinheiro movimentado pela organização teria ultrapassado R$ 200 milhões
Operação Conexão Venezuela foi deflagrada em cidades do Rio Grande do Sul e de São Paulo e visa apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa, investigações tiveram início com base em procedimento fiscal da Receita Federal, que identificou pessoas jurídicas fazendo operações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para a Venezuela; dinheiro movimentado pela organização teria ultrapassado R$ 200 milhões (Foto: Paulo Emílio)

Aécio Amado, repórter da Agência Brasil - A Operação Conexão Venezuela foi deflagrada na manhã de hoje (11) em cidades do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Ela tem o objetivo de apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. "Conforme as investigações, empresas sediadas na Venezuela (dentre elas, uma estatal) remeteram vultosos valores ao Brasil, a pretexto de aquisição desses equipamentos".

No período de 2010 a 2014, o dinheiro movimentado pela organização teria ultrapassado R$ 200 milhões, diz a Polícia Federal (PF). De acordo com a investigação, parte considerável desses recursos não foi destinada aos fabricantes e fornecedores, tendo circulado em contas bancárias diversas e enviada para fora do país.

Segundo a PF, as investigações tiveram início com base em procedimento fiscal da Receita Federal, que identificou pessoas jurídicas fazendo operações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para a Venezuela.

Policiais federais estão cumprindo mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas, Passo Fundo e Erechim. No estado de São Paulo, as ações ocorrem em Americana e na capital paulista. Seis pessoas são alvos de condução coercitiva.

Edição: Lidia Neves

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247