PF indicia Battisti por evasão de divisas e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal indiciou o ativista italiano Cesare Battisti por evasão de divisas e lavagem de dinheiro; ele foi preso em flagrante na quarta-feira (4), quando estava tentando atravessar a fronteira para a Bolívia com US$ 6 mil – valor superior a R$ 10 mil em dinheiro; Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália sob acusação de quatro assassinatos

A Polícia Federal indiciou o ativista italiano Cesare Battisti por evasão de divisas e lavagem de dinheiro; ele foi preso em flagrante na quarta-feira (4), quando estava tentando atravessar a fronteira para a Bolívia com US$ 6 mil – valor superior a R$ 10 mil em dinheiro; Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália sob acusação de quatro assassinatos
A Polícia Federal indiciou o ativista italiano Cesare Battisti por evasão de divisas e lavagem de dinheiro; ele foi preso em flagrante na quarta-feira (4), quando estava tentando atravessar a fronteira para a Bolívia com US$ 6 mil – valor superior a R$ 10 mil em dinheiro; Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália sob acusação de quatro assassinatos (Foto: José Barbacena)

247 - A Polícia Federal indiciou o ativista italiano Cesare Battisti por evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Ele foi preso em flagrante na quarta-feira (4), quando estava tentando atravessar a fronteira para a Bolívia com US$ 6 mil – valor superior a R$ 10 mil em dinheiro.

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália sob acusação de quatro assassinatos. No último dia de seu segundo mandato, em 2012, o então presidente Lula assinou decreto no qual negou ao governo italiano o pedido de extradição do ativista.

O delegado Iuri de Oliveira mandou, da PF, mandou oficiar o juiz da 3.ª Vara Federal e ao Ministério Público Federal em Campo Grande ‘comunicando a prisão em flagrante do preso’.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247