PGR investiga oito governadores por suspeitas de irregularidades no combate à Covid-19

Estão na mira da PGR os contratos firmados pelos governadores Wilson Witzel (PSC-RJ), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevedo (PSB-PB), João Doria (PSDB-SP) e Wilson Miranda Lima (PSC-AM), além de outros três governadores que não tiveram seus nomes informados

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Procuradoria-Geral da República (PGR) está investigando oito governadores pela suspeita de irregularidades em contratos celebrados para o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. 

Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, estariam na mira da PGR os contratos firmados pelas gestões dos governadores Wilson Witzel (PSC-RJ), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevedo (PSB-PB), João Doria (PSDB-SP) e Wilson Miranda Lima (PSC-AM). Outros três governadores não tiveram seus nomes informados.

Ainda conforme a reportagem, a PGR já teria feito avaliações referentes as acusações, além de estar encaminhando  ao Superior Tribunal de Justiça os pedidos de autorização para abertura de inquéritos. 

Nesta terça-feira (26), o STJ autorizou a realização de diligências, que incluiu mandados de busca e apreensão no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247