Pimenta: Bolsonaro é refém de esquemas criminosos

Líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta diz que presidente Jair Bolsonaro acabou refém das relações criminosas próximas de si; “Este governo é refém de uma lógica que envolve as relações escusas com o Queiroz [ex-assessor de Flávio Bolsonaro], com as milícias do Rio abrigados nas relações familiares, com esquemas de financiamento eleitoral usando laranjas", disse

Pimenta: Bolsonaro é refém de esquemas criminosos
Pimenta: Bolsonaro é refém de esquemas criminosos (Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

William De Lucca, 247 - O deputado federal e líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, disse que a manutenção de Gustavo Bebianno como ministro da Secretaria-Geral da Presidência demonstra que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) é refém de esquemas criminosos.

“Este governo é refém de uma lógica que envolve as relações escusas com o Queiroz [ex-assessor de Flávio Bolsonaro], com as milícias do Rio abrigados nas relações familiares, com esquemas de financiamento eleitoral usando laranjas. Isso torna o Governo extremamente vulnerável a qualquer possibilidade de rompimento dessas relações”, disse o deputado do Rio Grande do Sul.

Pimenta explica que o caso envolvendo o ministro deixa esta vulnerabilidade evidente. “Um ministro praticamente demitido mandou sinais para o governo de que não cairia sozinho e Bolsonaro teve a clara percepção do recado enviado por Bebianno”, analisa.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247