Pimenta e Zé Neto cobram explicações de Moro sobre compra de armas

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS) e o deputado Zé Neto (PT-BA) protocolaram requerimento de informações dirigido ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, para que ele explique a compra de 106 mil pistolas para a Força Nacional e polícias civis dos estados, no valor de R$ 444 milhões; Pimenta e Zé Neto pedem os estudos técnicos que embasaram a decisão

Pimenta e Zé Neto cobram explicações de Moro sobre compra de armas
Pimenta e Zé Neto cobram explicações de Moro sobre compra de armas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS) e o deputado Zé Neto (PT-BA) protocolaram requerimento de informações dirigido ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, para que ele explique a compra de 106 mil pistolas para a Força Nacional e polícias civis dos estados, no valor de R$ 444 milhões. Pimenta e Zé Neto pedem os estudos técnicos que embasaram a decisão.

A reportagem do PT na Câmara destaca que "o Ministério tem 30 dias para responder ao requerimento, a partir do momento em que for despachado pela Mesa da Câmara. Um dos pontos destacados pelo líder do PT é o fato de o edital de Moro exigir que a pistola tenha no mínimo 12 meses no mercado, prazo muito inferior ao normalmente exigido nessas compras, que é de três anos, conhecido como 'tempo de maturidade'. Sobre esse detalhe, o líder solicita também os pareceres técnicos."

A matéria ainda acrescenta que "o líder e Zé Neto lembram que as novas armas destoam das usadas atualmente pelas corporações estaduais, o que pode causar perda de eficiência e dificuldades no suprimento de munição, além de outros problemas. Ele quer saber também qual o critério utilizado para a definição do quantitativo do lote a ser distribuído para cada região do País. 'Quais os órgãos consultados e pareceres produzidos', indagou Pimenta."

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247