PML: é um direito democrático que Lula participe do debate

O jornalista Paulo Moreira Leite comenta a decisão da justiça que vetou mais uma vez a participação de Lula nos debates, desta vez no da Rede TV, que ocorrerá nesta sexta-feira (17); "Enquanto Lula for candidato, legitimamente registrado, ele deve participar dos debates, o contrário disso é censura, é um direito democrático", enfatiza o jornalista; assista a íntegra do programa Boa Noite 247 

PML: é um direito democrático que Lula participe do debate
PML: é um direito democrático que Lula participe do debate

TV 247 - O programa Boa Noite 247 desta quinta-feira (16) destacou os tramites jurídicos envolvendo o registro da candidatura de Lula, a censura ao ex-presidente, além de declarações do desembargador do TRF-4, Rogério Favreto e do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso. 

A PGR entrou com um pedido de contestação do registro da candidatura de Lula e quer diminuir o tempo de defesa do ex-presidente. 

O jornalista Alex Solnik acredita que a defesa de Lula obteve uma vitória no TSE ao ganhar um dia no trâmite do processo do registro da candidatura. Isso porque havia dois relatores para cuidar do caso, Luis Roberto Barroso e Admar Gonzaga, e nesta quinta Barroso pediu à presidente do tribunal, Rosa Weber, que decidisse por um. No final da noite, ficou definido que Barroso seria o relator do registro, mas o episódio atrasou um dia o andamento do processo. "Por conta dos atropelos do processo por conta da PGR, tentando impugnar o registro da candidatura antes mesmo de ser protocolada". 

Censura 

A justiça vetou mais uma vez a participação de Lula nos debates, desta vez no da Rede TV, que ocorrerá nesta sexta-feira (17).

O jornalista Paulo Moreira Leite destaca que, enquanto o registro da candidatura de Lula não for impugnado, seu direito de participar dos debates deve ser respeitado. "é uma questão democrática", destaca. 

Já solnik comenta a audiência baixa da Rede TV. "Um ponto percentual apenas, o eleitor não estará assistindo", avalia. 

O desembargador Rogério Favreto, que emitiu uma alvará de soltura para Lula, fez a sua defesa ao Conselho Nacional de Justiça  (CNJ) contestando os superpoderes do juiz Sérgio Moro. 

Moreira Leite considera que o gesto de Favreto deixa claro quem segue a Constituição Federal de 1988. "Favreto foi acusado de ser petista por ter agido dentro da lei", lamenta. 

Alckmin não decola

Fernando Henrique Cardoso declarou que não se opõe a uma frente com o PT para enfrentar o Bolsonaro num segundo turno. 

Moreira Leite considera que o candidato Geraldo Alckmin "é um fracasso eleitora" e que o tucano já vislumbra um segundo turno entre Fernando Haddad e Bolsonaro.

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa Boa Noite 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247