PML: Macri e Bolsonaro dão abraço de náufragos

O Jornalista Paulo Moreira Leite comenta a visita do presidente da Argentina, Mauricio Macri, a Bolsonaro, e considera que o encontro foi "um abraço de náufragos"; "O Macri era o simbolo da esperança conservadora para muitos Argentinos e hoje se transformou em algo que deu errado. Já Bolsonaro não aponta nenhuma perspectiva de tirar o Brasil da crise, mas prepara o grande bote contra o trabalhador que é a Reforma da Previdência", observa o jornalista

PML: Macri e Bolsonaro dão abraço de náufragos
PML: Macri e Bolsonaro dão abraço de náufragos

247 - O programa Boa Noite 247 desta quarta-feira (16) destacou a repercussão do decreto de Bolsonaro para a regulamentação das armas, a visita de Macri ao Brasil e o e a suspensão dos contratos do governo com as Ongs. 

O presidente argentino, Mauricio Macri, se encontrou com presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (16). É a primeira visita oficial de um chefe de Estado desde a posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro.

Para o Jornalista Paulo Moreira Leite, o encontro dos dois representa "um abraço de náufragos". "O Macri era o simbolo da esperança conservadora para muitos argentinos e hoje se transformou em algo que deu errado. Já Bolsonaro não aponta nenhuma perspectiva de tirar o Brasil da crise, mas prepara o grande bote contra o trabalhador que é a Reforma da Previdência", expõe.

O jornalista Alex Solnik ironizou o parabéns que Bolsonaro deu a Macri, "por ter feito uma boa condução da economia argentina. "Macri afundou o País na inflação, desemprego, além de tornar a Argentina refém do FMI. Não entendi o elogio de Bolsonaro", reflete. 

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa Boa Noite 247

v

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247