PMs acusados de agredir mulheres não são punidos e permanecem na corporação

Desde 2019, cerca de vinte acusações de violência contra a mulher envolvendo Policiais Militares (PMs) foram analisadas por reportagem. Mesmo com casos de reincidência, todos os agentes continuam em exercício na corporação

(Foto: @lucasport01 /Jornalista Livres)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Desde 2019, cerca de vinte acusações de violência contra a mulher envolvendo Policiais Militares (PMs) foram analisadas por reportagem do jornal O Globo. Em cinco delas, o agente era reincidente e descumpriu medidas protetivas. Em outros seis casos, há medidas em curso contra os agentes, que não podem se aproximar das mulheres. Sete policiais perderam o porte de arma. Sete já são réus na Justiça e um até foi condenado. Todos, no entanto, continuam em exercício na corporação.

Em setembro de 2019, o cabo Bruno Ribeiro de Abreu foi acusado de aplicar uma gravata no pescoço de sua mulher e colocar uma arma de fogo contra sua cabeça na residência do casal, em Rio das Ostras, Região dos Lagos. As agressões foram testemunhadas por uma amiga da vítima, com quem ela fazia uma chamada de vídeo. Quatro meses antes, a justiça já havia determinado que o policial se afastasse da companheira após uma agressão, logo ele era reincidente. Para a PM, Bruno Abreu cometeu apenas uma “transgressão leve”. O processo administrativo aberto para avaliar a conduta dele resultou em repreensão. Abreu segue fazendo patrulhamento normal nas ruas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email