PMs do Carandiru pegam 156 anos de prisão

Esta foi a pena de cada um dos policiais envolvidos na operação; como não foi possível individualizar a participação de cada um, o Ministério Público recorreu ao julgamento da Ação Penal 470 e citou o caso de José Dirceu, cuja conduta no chamado mensalão também não ficou clara; PMs poderão recorrer em liberdade

PMs do Carandiru pegam 156 anos de prisão
PMs do Carandiru pegam 156 anos de prisão
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na madrugada deste domingo, chegou ao fim o julgamento de 23 policiais militares que tiveram participação no massacre do Carandiru. Cada um deles foi condenado a 156 anos de prisão. A sentença foi anunciada pelo juiz José Augusto Marzagão.

Os policiais condenados foram acusados pela promotoria de chegar armados de fuzis e metralhadoras ao Pavilhão 9, onde mataram a tiros 13 detentos. De acordo com o MP, foi uma ação coletiva, na qual todos contribuíram coletivamente "para praticar a barbaridade".

No julgamento, realizado ontem no Fórum da Barra Funda, o Ministério Público precisou recorrer à Ação Penal 470. Como não foi possível individualizar a participação de cada um, o MP citou o caso de José Dirceu, cuja conduta no chamado mensalão também não ficou clara. 

Os PMs condenados poderão recorrer em liberdade.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247