Pochmann: agentes do Estado ferem a autonomia universitária

O economista Márcio Pochmann criticou as operações policiais em universidades públicas;de acordo com o estudioso, "agentes do Estado ferem a autonomia universitária, recentemente conquistada"; "Inegável que o processo eleitoral asfixiou o espaço público, com ausência de debates sobre alternativas ao país. Sinal de que o pensamento único do neoliberalismo se transferiu da economia para a política", disse

Pochmann: agentes do Estado ferem a autonomia universitária
Pochmann: agentes do Estado ferem a autonomia universitária (Foto: Guilherme Santos (Sul 21))

247 - O economista Márcio Pochmann criticou as operações policiais em universidades públicas. Juízes alegaram que materiais constituem campanha para o candidato do campo democrático, Fernando Haddad (PT), e devem ser retirados. De acordo com o estudioso, "agentes do Estado ferem a autonomia universitária, recentemente conquistada".

"Inegável que o processo eleitoral asfixiou o espaço público, com ausência de debates sobre alternativas ao país.Sinal de que o pensamento único do neoliberalismo se transferiu da economia para a política", disse Pochmann no Twitter.

Na manhã desta quinta-feira (25), policiais federais armados adentraram Associação Docente da Universidade Federal de Campina Grande (ADUFCG) obedecendo a um mandado de busca e apreensão, expedido pelo juiz eleitoral Horácio Ferreira de Melo Junior, para recolher o "Manifesto em Defesa da Democracia e da Universidade Pública", assinado pela entidade sindical e aprovado pela categoria em Assembleia. Eles também levaram o HD do computador da assessoria de imprensa do sindicato docente.

Em outro episódio, na terça-feira (23), policiais invadiram a Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, para remover uma bandeira antifascista, que não continha qualquer menção à nenhum dos candidatos. A Universidade Federal de São João Del Rei (MG) recebeu também nesta quarta-feira um Mandado de Notificação que ordena a retirada do ar da Nota da Universidade Federal de São João del-Rei a favor dos princípios democráticos e contra a violência nas eleições presidenciais de 2018, assinada pela Reitoria da instituição. Eles têm 48h para retirar o conteúdo do ar.

*Com informações do Brasil de Fato

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247