Polícia apreende galões de combustível em fazenda de mandante das queimadas

De acordo com investigações da Polícia Civil, os proprietários da fazenda Ouro contrataram 50 homens para derrubar 20 mil hectares na área de Proteção Ambiental Trunfo do Xingu

247 - A polícia apreendeu na fazenda Ouro, no Pará, dezenas de galões cheios de combustível que eram usados em queimadas na Área de Proteção Ambiental Trunfo do Xingu. De acordo com a polícia, a fazenda contratou 50 homens para derrubar 20 mil hectares na área.

A polícia tentava cumprir três mandados de prisão expedidos contra Geraldo Daniel de Oliveira, genro do proprietário da fazenda e apontado como mandante das queimadas e derrubada da mata, José Brasil de Oliveira e João Batista Rodrigues Jaime, que também responsabilizados pelos incêndios criminosos. Eles não foram localizados e estão foragidos.

De acordo com reportagem do UOL, as investigações apontaram que, ao todo, o grupo derrubou e colocou fogo em mais de 5 mil hectares de área na fazenda. 

Ainda segundo a polícia, a maioria dos galões encontrados tem capacidade para armazenar até 200 litros de combustível. Policiais flagraram dois funcionários da fazenda de posse de um tambor com gasolina e galões de óleo diesel durante ação de busca e apreensão na área rural.

A polícia também encontrou um grupo de trabalhadores em situação análoga à de escravidão.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247