Polícia Federal já fez 32 operações para encontrar Battisti, sem sucesso

As operações iniciaram após o presidente Michel Temer decidir pela extradição do italiano Cesare Battisti, acusado e condenado por suposto terrorismo pela Itália; apesar de não tem realizado a prisão de Battisti, o diretor da Polícia Federal, Rogério Galloro, se disse confiante na prisão do italiano. "Acredito, sim, que ele vai ser encontrado. Não sei se no território brasileiro, mas ele será encontrado", garantiu

Polícia Federal já fez 32 operações para encontrar Battisti, sem sucesso
Polícia Federal já fez 32 operações para encontrar Battisti, sem sucesso (Foto: Nacho Doce/Reuters)

247 - De acordo com a Polícia Federal (PF), até esta sexta-feira (21) foram realizadas 32 operações para tentar localizar o italiano Cesare Battisti, considerado foragido da Justiça após ter a sua extradição decretada por Michel Temer.

"Já foram realizadas mais de 32 operações. Nenhuma delas logrou êxito", afirmou em entrevista à imprensa o diretor da PF, Rogério Galloro.

Segundo ele, a polícia tem apenas "pistas" de onde ele possa estar, mas até agora não conseguiu transformas as pistas em prisão. "Os protocolos foram todos acionados. Os protocolos de busca de fugitivos nacionais e internacionais. Nós temos, sim, algumas pistas. Obviamente, não posso adiantar nada aqui", garantiu.

Galloro se diz confiante ne encontrar o paradeiro do italiano "Acredito, sim, que ele vai ser encontrado. Não sei se no território brasileiro, mas ele será encontrado em razão dessa cooperação que existe entre as forças brasileiras e as internacionais", afirmou ele, destaando que várias polícias internacionais foram acionadas para localizar Battisti, além da Interpol, das polícias da América do Sul, do Centro de Cooperação Policial Internacional, que funciona na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247