Policiais de Manaus falam que 800 presos podem ter fugido do Compaj

Informação está sendo compartilhada em grupos de WhatsApp de policiais de Manaus; oficialmente, autoridades estimam que 200 presos acabaram fugindo do complexo penitenciário durante o massacre de seis dias atrás; temendo novos confrontos, a prefeitura de Manaus estuda pedir, ela própria, a ajuda de homens da Força Nacional, o que acabou sendo negado pelo governo de Michel Temer no ano passado

Rebelião Compaj Manaus
Rebelião Compaj Manaus (Foto: José Barbacena)

247 - O número de presos que fugiu do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, durante o massacre de seis dias atrás pode chegar a 800. Pelo menos é essa a informação que tem circulado em grupos de WhatsApp de policiais da cidade, segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo.

Oficialmente, cerca de 200 presos são considerados foragidos e a polícia faz uma espécie de força-tarefa nas buscas. A prefeitura de Manaus, temendo outros confrontos violentos, estuda pedir auxílio de homens da Força Nacional, ajuda que foi negada pelo governo de Michel Temer (PMDB) no ano passado.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247