Policiais de Manaus falam que 800 presos podem ter fugido do Compaj

Informação está sendo compartilhada em grupos de WhatsApp de policiais de Manaus; oficialmente, autoridades estimam que 200 presos acabaram fugindo do complexo penitenciário durante o massacre de seis dias atrás; temendo novos confrontos, a prefeitura de Manaus estuda pedir, ela própria, a ajuda de homens da Força Nacional, o que acabou sendo negado pelo governo de Michel Temer no ano passado

Rebelião Compaj Manaus
Rebelião Compaj Manaus (Foto: José Barbacena)

247 - O número de presos que fugiu do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, durante o massacre de seis dias atrás pode chegar a 800. Pelo menos é essa a informação que tem circulado em grupos de WhatsApp de policiais da cidade, segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo.

Oficialmente, cerca de 200 presos são considerados foragidos e a polícia faz uma espécie de força-tarefa nas buscas. A prefeitura de Manaus, temendo outros confrontos violentos, estuda pedir auxílio de homens da Força Nacional, ajuda que foi negada pelo governo de Michel Temer (PMDB) no ano passado.

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247