Marcos Pontes reclama de corte na pasta e diz que apenas 10% dos projetos serão mantidos

O ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, ficou contrariado com a verba liberada pelo governo federal. Dos R$ 8,3 bilhões destinados à pasta, o ministro Paulo Guedes liberou apenas R$ 80 milhões. "Foi bem menos do que ele esperava”, disse ele, adiantando que apenas 10% dos projetos previstos para o ano conseguirão ser mantidos

Sócia de Marcos Pontes ganha cargo no Ministério da Ciência e Tecnologia
Sócia de Marcos Pontes ganha cargo no Ministério da Ciência e Tecnologia (Foto: Sócia de Marcos Pontes ganha cargo no Ministério da Ciência e Tecnologia (Foto: Marcelo Camargo - ABR))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, não escondeu o seu desapontamento com da verba liberada pelo governo federal à pasta. Dos R$ 8,3 bilhões destinados à pasta, o ministro Paulo Guedes, da Economia, descontingenciou apenas R$ 80 milhões e o ministro que se vire. O valor é inferior ao R$ 1 bilhão que Pontes chegou a pedir à Casa Civil.

O ministro disse que o desbloqueio foi “bem menos do que ele esperava” e disse que terá de fazer uma “análise de corte” para decidir quais pesquisas e programas da pasta precisarão ser cortados, dos que já foram cortados.


Mas adiantou que apenas 10% dos projetos previstos para o ano conseguirão ser mantidos.

“Vou conversar com o governo, com a Economia, e ver o que eles acham menos importante para o país. É basicamente quando você tem uma corrida, um carro de Fórmula 1, você quer aumentar a velocidade do carro e corta o motor”, criticou o ministro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email