Presença de Bolsonaro em aglomerações constrange novo ministro da Saúde, que se cala

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, manteve-se calado diante da acintosa atitude de Bolsonaro de provocar aglomerações em atos durante o final de semana em Brasília

Nelson Teich, ministro da Saúde
Nelson Teich, ministro da Saúde (Foto: Júlio Nascimento - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O silêncio de Nelson Teich sobre a presença de Bolsonaro em atos em Brasília, que ao provocarem aglomerações de pessoas quebram as normas de isolamento social estabelecidas, leva deputados a cogitarem chamar o ministro a detalhar perante a Câmara seus planos sobre este sensível tema.

Parlamentares viram a ida de Jair Bolsonaro a ato pró-intervenção militar neste domingo (19), gerando aglomeração, como o primeiro teste para avaliar o comportamento de Nelson Teich, novo ministro da Saúde, informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo.

No sábado (18), Bolsonaro também cumprimentou participantes de um ato organizado por católicos, em frente ao Palácio do Planalto. Teich silenciou, atitude que é interpretada como uma demonstração de que ele será tutelado por Bolsonaro. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247