Presidente do STF fala em se aposentar em 2018

Ministra Cármen Lúcia afirmou nesta segunda-feira, 20, durante palestra na PUC de Minas Gerais, que pretende se aposentar no início de 2018 e que deseja voltar a lecionar na universidade; durante sua fala, ela disse estar "com saudades dos meus meninos", em referência aos alunos; sobre o protesto em que foi chamada de "golpista", ao chegar à instituição, disse que o fato "é da democracia. Se não fosse aqui, seria na sala de aula"

cármen lúcia
cármen lúcia (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou que pretende se aposentar da Corte no início de 2018. Ela disse, ainda, que deseja voltar a lecionar na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC), em Belo Horizonte (MG), onde é professora licenciada.

A ministra, que foi recebida com um protesto e sob os gritos de "golpista", disse estar "com saudades dos meus meninos", em referência aos alunos da universidade. A afirmação da ministra foi feita nesta segunda-feira (20), durante aula inaugural da faculdade.

Sobre o protesto, ela limitou-se a dizer que o fato "é da democracia. Se não fosse aqui, seria na sala de aula". Caso a sua aposentadoria seja confirmada, a ministra não completaria os dois anos de mandato previstos para ocupar a presidência do STF, já que ela tomou posse do cargo em setembro do ano passado.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247