Presos três suspeitos de matar dentista queimada

Crime bárbaro ocorreu na última quinta-feira, no consultório de Cinthya Magaly Moutinho de Souza, em São Bernardo do Campo (SP); ela teve seu corpo queimado por ter apenas R$ 30 na conta bancária; polícia prendeu os suspeitos neste sábado

Presos três suspeitos de matar dentista queimada
Presos três suspeitos de matar dentista queimada (Foto: Daniel Sobral/Futura Press/Folha)

247 – A Polícia Civil prendeu neste sábado 27 três suspeitos de terem matado de forma bárbara a dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, de 47 anos, na última quinta-feira, em São Bernardo do Campo, região do ABC paulista.

Ela teve o corpo queimado, em seu consultório, depois que os criminosos consultaram sua conta bancária e viram que havia apenas R$ 30. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu no local. O enterro aconteceu na tarde desta sexta-feira.

A prisão aconteceu na favela Santa Cruz, divisa entre os municípios de Diadema e São Bernardo. Um deles é Jonatas Cassiano Araújo, de 21 anos, que teve prisão decretada nesta sexta.

Ele foi visto por câmeras de segurança de uma loja de conveniência, onde consultou o saldo de Cinthya. Os outros presos não tiveram seus nomes divulgados. Segundo o delegado-geral, Luiz Maurício Souza Blazeck, o caso está esclarecido.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247