Primeiro dia de Carnaval, mesmo cancelado, tem aglomerações em diversas partes do País

Apesar da proibição de eventos e de blocos nas ruas em diversas regiões do Brasil, muitas cidades registraram festas clandestinas, além de bares lotados

Festa clandestina de Carnaval na pandemia
Festa clandestina de Carnaval na pandemia (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os blocos não puderam desfilar nas ruas, nem os sambódromos foram abertos, mas a primeira noite de Carnaval de 2021, em meio à pandemia, e este sábado (13) registraram festas clandestinas e bares lotados em diversas cidades brasileiras.

Capitais como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, São Luís e Porto Velho anunciaram uma série de medidas de fiscalização para tentar combater celebrações ilegais e conter a transmissão da Covid-19, mas mesmo assim, festas privadas organizavam DJ, shows e pista de dança e tentavam driblar a fiscalização.

Os endereços não têm sido divulgados publicamente, mas em grupos fechados de redes sociais, aplicativos de mensagens ou links secretos em plataformas de vendas. “Em breve vamos informar o local para retirada das nossas blusas personalizadas”, informava uma delas, segundo reportagem do Estadão.

Na capital paulista, os bares estão lotados em diversos bairros boêmios, como a Vila Madalena. Por lá, estabelecimentos permaneceram abertos após às 20h, o que contraria a recomendação do governo do estado de fechamento de portas nesse horário, relatou reportagem da CNN.

No Recife, tradicionais polos de Carnaval, como o centro velho, o Marco Zero e a cidade vizinha de Olinda ficaram um deserto neste sábado, mas houve atuação para dispersar aglomerações em bares e evitar festas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email