Produção de veículos tem paralisação total no país

A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) anunciou que a produção de todas a fábricas de veículos do país estará suspensa a partir desta sexta (25) em razão da paralisação dos caminhoneiros; 4% do PIB e 20% da indústria, o setor automotivo é extremamente dependente do transporte por caminhões

Paraná tem a terceira maior indústria de transformação do País. Indústria automobilística. Foto: Gilson Abreu/FIEP
Paraná tem a terceira maior indústria de transformação do País. Indústria automobilística. Foto: Gilson Abreu/FIEP (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) anunciou que a produção de todas a fábricas de veículos do país estará suspensa a partir desta sexta (25) em razão da paralisação dos caminhoneiros. 4% do PIB e 20% da indústria, o setor automotivo é extremamente dependente do transporte por caminhões.

“De acordo com Anfavea, a paralisação dos caminhoneiros afetará significativamente os resultados tanto para as vendas quanto para a fabricação e exportação. Estima-se uma perda de R$ 250 milhões em impostos por dia, que são gerados pela indústria automobilística.

Os prejuízos são crescentes também nas unidades processadoras de carnes suína e de aves. Animais sem receber alimentação há mais de 50 horas, leite sendo jogado fora todos os dias e queda na movimentação em portos são alguns dos reflexos em setores produtivos dos quatro dias de paralisação dos caminhoneiros.

Leia mais aqui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247