Projeto de lei quer instituir dia da memória à facada em Bolsonaro

O deputado bolsonarista Carlos Jordy (PSL-RJ) apresentou na última quarta-feira (28), à Câmara dos Deputados, um projeto de lei para instituir o Dia Nacional de Combate à Intolerância Ideológica no Brasil.

Vídeo sobre a 'facada' em Bolsonaro levanta questões sem resposta
Vídeo sobre a 'facada' em Bolsonaro levanta questões sem resposta
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado bolsonarista Carlos Jordy (PSL-RJ) apresentou na última quarta-feira (28), à Câmara dos Deputados, um projeto de lei para instituir o Dia Nacional de Combate à Intolerância Ideológica no Brasil. Segundo o projeto a data, 6 de setembro, servirá para lembrar a facada sofrida pelo então candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha eleitoral do ano passado.

“Nos últimos anos, o Brasil tem sido palco de constantes confrontos ideológicos, não somente entre partidos políticos, mas também entre parcelas da sociedade. As ideologias modernas e contemporâneas racionalizam e justificam paixões muitas vezes de forma exagerada, que ao invés de promoverem um debate restrito às ideias, passam à violência física ou difamatória”, justificou o parlamentar.. 

Leia a íntegra no Portal Forum 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email