Protesto contra Copa adota estratégia de 'rolezinhos'

Com queda na adesão popular, movimento ocupa Shopping Metrô Itaquera e marca ato no aeroporto de Congonhas para ganhar visibilidade; grupo que conta com o apoio do Black Blocs, também realiza nessa terça-feira manifestação na Paulista

Com queda na adesão popular, movimento ocupa Shopping Metrô Itaquera e marca ato no aeroporto de Congonhas para ganhar visibilidade; grupo que conta com o apoio do Black Blocs, também realiza nessa terça-feira manifestação na Paulista
Com queda na adesão popular, movimento ocupa Shopping Metrô Itaquera e marca ato no aeroporto de Congonhas para ganhar visibilidade; grupo que conta com o apoio do Black Blocs, também realiza nessa terça-feira manifestação na Paulista (Foto: Roberta Namour)

247 – Com queda na adesão popular, o movimento "Contra Copa 2014" muda de estratégia e copia ‘rolezinhos’, encontro criado por jovens da periferia em shoppings da capital de São Paulo.

O primeiro ato ocorreu no último fim de semana shopping Metrô Itaquera, na zona leste, próximo ao Itaquerão, estádio previsto para abertura do Mundial.

Objetivo, segundo organizadores, é ocupar por alguns minutos espaços como centros de compras e aeroportos, com grande movimento e visibilidade.

Grupo também organiza para hoje o quinto protesto contra a Copa do ano em São Paulo, às 18h, no Masp, na av. Paulista. Eles contam com a participação do Block Blocs, conhecido pela violência e pela depredação de patrimônios públicos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247