PSB diz a diretórios que pode abrigar Alckmin para ser vice de Lula em 2022

Em reunião nesta quarta-feira, os dirigentes da sigla ainda avaliaram a possibilidade de formar uma federação com o PT para a próxima eleição

www.brasil247.com - Lula, Geraldo Alckmin e Carlos Siqueira
Lula, Geraldo Alckmin e Carlos Siqueira (Foto: Stuckert | ABr | Divulgação)


247 - O presidente do PSB, Carlos Siqueira, disse a dirigentes estaduais da sigla que há possibilidade de o partido abrigar o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) para ser candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo ex-presidente Lula (PT) para 2022. A informação é de Guilherme Amado, do Metrópoles

O anúncio foi feito em reunião nesta quarta-feira (8), onde Siqueira falou sobre os cenários políticos do PSB para 2022. Além disso, também foi discutida a perspectiva de formar uma federação com o PT e outros partidos para a próxima eleição. Sobre esse aspecto, porém, houve divergências e o assunto segue sem definição. 

Nenhum dos dirigentes se declarou contra a aliança com Alckmin e Lula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra possibilidade apresentada por Siqueira foi a do também ex-governador Márcio França compor a chapa com o petista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email