PSDB usou recursos do Fundo Partidário em viagem de Aécio aos EUA

PSDB utilizou recursos do Fundo Partidário para custear as despesas de viagem do senador e presidente do partido, Aécio Neves (MG), para que este fosse aos Estados Unidos participar de um jantar em Nova York, no hotel Waldorf Astoria, em 2015, onde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu, juntamente com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton, o título de Personalidade do Ano concedido pela Cãmara de Comércio Brasil-Estados Unidos; PSDB custeou, por meio de recursos do Fundo Partidário despesas de R$ 20.042,67, para que Aécio acompanhasse a homenagem

PSDB utilizou recursos do Fundo Partidário para custear as despesas de viagem do senador e presidente do partido, Aécio Neves (MG), para que este fosse aos Estados Unidos participar de um jantar em Nova York, no hotel Waldorf Astoria, em 2015, onde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu, juntamente com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton, o título de Personalidade do Ano concedido pela Cãmara de Comércio Brasil-Estados Unidos; PSDB custeou, por meio de recursos do Fundo Partidário despesas de R$ 20.042,67, para que Aécio acompanhasse a homenagem
PSDB utilizou recursos do Fundo Partidário para custear as despesas de viagem do senador e presidente do partido, Aécio Neves (MG), para que este fosse aos Estados Unidos participar de um jantar em Nova York, no hotel Waldorf Astoria, em 2015, onde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu, juntamente com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton, o título de Personalidade do Ano concedido pela Cãmara de Comércio Brasil-Estados Unidos; PSDB custeou, por meio de recursos do Fundo Partidário despesas de R$ 20.042,67, para que Aécio acompanhasse a homenagem (Foto: Paulo Emílio)

247 - O PSDB utilizou recursos do Fundo Partidário para custear as despesas de viagem do senador e presidente do partido, Aécio Neves (MG), para que este fosse aos Estados Unidos participar de um jantar em Nova York, no hotel Waldorf Astoria, onde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu, juntamente com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton, o título de Personalidade do Ano concedido pela Cãmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Apesar do jantar de gala ter como homenageado FHC, o PSDB custeou, por meio de recursos do Fundo Partidário, R$ 20.042,67, para que Aécio acompanhasse a homenagem. A legislação em vigou permite que os recursos do fundo podem ser empregados no custeio de passagens e hospedagens de dirigentes e funcionários do partido desde que as viagens tenham ligação com a ação desempenhada pelas agremiações e obedeçam ao "caráter nacional.

De acordo com o UOL, a Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos - teria informado que o evento de premiação não possui nenhuma conotação político-partidária. Ainda assim, o Partido utilizou os recursos do fundo para custear a viagem do parlamentar mineiro.

Por meio de nota, o PSDB informou que as viagens de dirigentes da legenda visam "atender interesses político-partidários" e que a viagem de Aécio para acompanhar FHC teve como objetivo "representar o PSDB em importante homenagem prestada ao seu presidente de honra".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247