PSL se impacienta com desarticulação de Bolsonaro

A insatisfação com a desarticulação política do governo Bolsonaro subiu alguns degraus no PSL, partido do presidente, também acusado de promover irregularidades na campanha; deputados receberam o aviso de que o líder, Delegado Waldir (GO), vai reunir a bancada na quarta (27) para redesenhar a nova postura em relação ao Planalto; os parlamentares reclamam do desgaste de defender o governo sem receber nada em troca; a mensagem será: ou Bolsonaro muda, ou eles tiram o corpo fora

PSL se impacienta com desarticulação de Bolsonaro
PSL se impacienta com desarticulação de Bolsonaro (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

247 - A insatisfação com a desarticulação política do governo Bolsonaro subiu alguns degraus no PSL, partido do presidente, também acusado de promover irregularidades na campanha. Deputados receberam o aviso de que o líder, Delegado Waldir (GO), vai reunir a bancada na quarta (27) para redesenhar a nova postura em relação ao Planalto. Os parlamentares reclamam do desgaste de defender o governo sem receber nada em troca. A mensagem será: ou Bolsonaro muda, ou eles tiram o corpo fora.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "após o encontro da bancada, o PSL vai pedir uma reunião com o próprio Bolsonaro. O objetivo é saber se a parceria é recíproca. 'Não podemos assumir o papel de boi de piranha e de paredão de proteção do Planalto', reclama um dos líderes da sigla."

E acrescenta: "o Planalto sinaliza, porém, que Bolsonaro vai ignorar os pedidos de parlamentares e manter o discurso de que não negocia sob o que chama de velha política, mesmo que a reclamação venha de seu partido."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247