PT faz vídeos por impeachment e chama atenção para ameaça principal: Bolsonaro quer guerra civil

Peças publicitárias do Partido dos Trabalhadores usam trechos de reunião ministerial de 22 de abril e demonstram a gravidade da situação do país, sob ameaça de violência política estimulada por Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro faz sinal de armas com as mãos
Jair Bolsonaro faz sinal de armas com as mãos
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PT lançou nesta segunda-feira (25) vídeos para reforçar a campanha pelo impeachment de Jair Bolsonaro, com trechos trechos da reunião ministerial do dia 22 de abril.

Uma das peças destaca a fala em que Bolsonaro ameaça o país com a violência política e pregando o uso de armas de fogo pela população. O uso dessas armas é proibido e restrito a autoridades policiais e a colecionadores, informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo. 

O vídeo afirma que o Brasil vive a pior crise da história, com 23 mil mortos pelo coronavírus, "mas o presidente quer é guerra civil".

A peça de propaganda é enfática na palavra de ordem: "Fora Bolsonaro".

Em outro vídeo, que circula nas redes sociais, é exibida a parte da reunião em que Paulo Guedes, ministro da Economia, fala sobre como o governo está agindo no crédito às empresas afetadas, mostrando que o ministro ultraliberal "está perdido".



 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247