PT recua sobre uso de 'verde e amarelo' em ato

Após convocar a militância a sair às ruas no dia Dia da Independência "de verde e amarelo em defesa da democracia, de Dilma, Lula e contra o golpe", o partido voltou atrás: "Resolvemos mudar para não parecer que estamos querendo confusão", afirmou o vice-presidente do PT, Alberto Cantalice; em 1992, uma convocação semelhante feita pelo governo Collor resultou no movimento dos caras-pintadas

www.brasil247.com - Após convocar a militância a sair às ruas no dia Dia da Independência "de verde e amarelo em defesa da democracia, de Dilma, Lula e contra o golpe", o partido voltou atrás: "Resolvemos mudar para não parecer que estamos querendo confusão", afirmou o vice-presidente do PT, Alberto Cantalice; em 1992, uma convocação semelhante feita pelo governo Collor resultou no movimento dos caras-pintadas
Após convocar a militância a sair às ruas no dia Dia da Independência "de verde e amarelo em defesa da democracia, de Dilma, Lula e contra o golpe", o partido voltou atrás: "Resolvemos mudar para não parecer que estamos querendo confusão", afirmou o vice-presidente do PT, Alberto Cantalice; em 1992, uma convocação semelhante feita pelo governo Collor resultou no movimento dos caras-pintadas (Foto: Roberta Namour)


247 – O PT voltou atrás na intenção de sair às ruas no dia Dia da Independência, na próxima segunda-feira, vestindo ‘verde e amarelo’, em ato de apoio ao governo Dilma. Em 1992, uma convocação semelhante feita pelo governo Collor gerou o movimento dos caras-pintadas.

Na quarta-feira, um texto publicado no site do partido dizia: “A direção nacional do partido está mobilizando a militância em todo o país de verde e amarelo em defesa da democracia, de Dilma, Lula e contra o golpe”.

No entanto, no começo da noite de ontem, o trecho foi alterado: “A direção nacional do partido está mobilizando a militância em todo o país a ir às ruas com as bandeiras do Brasil e do PT, em defesa da democracia”.

“Resolvemos mudar para não parecer que estamos querendo confusão”, afirmou o vice-presidente do PT, Alberto Cantalice.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247