PT: retaliação contra advogado de Lula é ataque à democracia

“A invasão da residência e do escritório do advogado Cristiano Zanin Martins, autorizada pelo juiz Marcelo Bretas, é mais um crime contra o livre exercício da advocacia, o direito de defesa e as instituições democráticas”, diz nota do PT, presidido pela deputada Gleisi Hoffmann

(Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PT - A invasão da residência e do escritório do advogado Cristiano Zanin Martins, autorizada pelo juiz Marcelo Bretas, é mais um crime contra o livre exercício da advocacia, o direito de defesa e as instituições democráticas, entre os muitos já praticados pela Operação Lava Jato.

O episódio desta quarta-feira reveste-se de maior gravidade ainda por constituir indisfarçável retaliação ao advogado que, exercendo a defesa do ex-presidente Lula, denunciou e comprovou as ilegalidades e abusos da operação desde 2014.

O PT denuncia, também neste episódio, a manipulação do sistema judicial com objetivos de perseguição política. É notória a cumplicidade do sr. Bretas com Jair Bolsonaro, o candidato para quem a Lava Jato e seu comandante, Sergio Moro, operaram de forma a impedir, por meios ilegais, a eleição de Lula em 2018.

A perseguição se estende aos que defendem Lula diante do lawfare e novamente investe na difamação, por meio da mídia, do alvo escolhido. Este método criminoso de ataque à reputação das pessoas foi condenado, ainda que tardiamente e sem punição proporcional ao crime, por instâncias superiores da Justiça e do Ministério Público.

A reiteração desse método terá certamente repercussão internacional e exige firme condenação por parte da comunidade do Direito e das forças democráticas do país. Abusos como o que foi praticado hoje atingem diretamente o estado de direito e a própria democracia.

Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores

Paulo Teixeira, secretário-geral do Partido dos Trabalhadores

Brasília, 9 de setembro de 2020

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email