PT testará viabilidade de Dilma ao Senado em vários Estados

A presidente deposta Dilma Rousseff pode ser candidata ao Senado em 2018; o PT irá testar em pesquisas a viabilidade eleitoral de Dilma em diversos Estados; serão feitas sondagens no Maranhão, no Piauí, em Minas Gerais e em Tocantins; levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas, divulgado em outubro, mostra que  Dilma lidera a preferência da maioria dos eleitores de Minas Gerais para uma candidatura ao Senado

PT testará viabilidade de Dilma ao Senado em vários Estados
PT testará viabilidade de Dilma ao Senado em vários Estados

247 - O PT vai testar em pesquisas a viabilidade eleitoral da presidente deposta Dilma Rousseff como candidata ao Senado.

Serão feitas sondagens no Maranhão, no Piauí, em Minas Gerais e em Tocantins.

Dilma Rousseff pode escolher seu domicílio eleitoral até 7 de abril.

As informações são da coluna Poder em Jogo de O Globo. 

Um levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas, divulgado em outubro, mostra que  Dilma lidera a preferência da maioria dos eleitores de Minas Gerais para uma candidatura ao Senado.

Na modalidade estimulada do levantamento, Dilma aparece em primeiro com 16,9% de intenções de voto entre os mineiros. O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot surpreendeu e aparece em segundo lugar, com 15,2% de intenções. Em terceiro aparece Josué Alencar (PMDB), filho do ex-vice-presidente José Alencar, com 15,1% dos votos. O senador Aécio Neves (PSDB), principal articulador do golpe parlamentar de 2016, aparece em quarto, com 13,7%.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247