Quanto mais armas, mais chacinas, demonstra Fernando Horta

Historiador aponta graficamente que o número de mortes tem relação direta com o lobby das armas

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Marco Bello)


247 – A liberação indiscriminada de armas, política que vem sendo estimulada pelo bolsonarismo no Brasil, poderá provocar chacinas, como a que ocorreu ontem numa escola no Texas, onde um atirador assassinou 18 crianças e três adultos. Confira o gráfico e saiba mais sobre o caso:


Reuters - Os norte-americanos devem enfrentar o lobby das armas e pressionar os membros do Congresso a aprovar leis sensatas sobre armas, disse o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta terça-feira (24), após a morte de pelo menos 19 crianças e dois professores em um tiroteio em uma escola no Texas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Como nação, temos que perguntar quando, em nome de Deus, vamos enfrentar o lobby das armas, quando, em nome de Deus, fazemos o que todos sabemos que precisa ser feito", disse Biden em um discurso televisionado. , sua voz subindo para um crescendo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Estou doente e cansado disso. Temos que agir. E não me diga que não podemos ter um impacto nesta carnificina."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tiroteios em massa nos Estados Unidos são frequentemente seguidos por protestos públicos e pedidos de ação por políticos democratas, mas as políticas federais de segurança de armas, como verificações de antecedentes, comuns em outros países, falharam diante da forte oposição republicana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email