Queimadas tem relação direta com discursos de Bolsonaro, diz filha de Chico Mendes

"Este foi um ano diferente, acredito, pelo fato de termos como presidente alguém que, desde a campanha eleitoral, já deixava claro em seu discurso que seria permissivo com os desmatamentos e queimadas", afirmou Elenira Mendes, filha de um dos maiores nomes da luta pela preservação da Amazônia, o ambientalista Chico Mendes

247 - Filha de um dos maiores nomes da luta pela preservação da Amazônia, o ambientalista Chico Mendes, Elenira Mendes associa o aumento dos incêndios neste ano com os discursos de Jair Bolsonaro (PSL). Segundo Elenira, o ocupante do Planalto dá abertura para queimadas e desmatamentos. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) aletou que a destruição em junho cresceu 88% e em julho 278% na comparação com iguais períodos de 2018.

"Este foi um ano diferente, acredito, pelo fato de termos como presidente alguém que, desde a campanha eleitoral, já deixava claro em seu discurso que seria permissivo com os desmatamentos e queimadas", disse Elenira, em entrevista ao site UOL

A filha do ambientalista ffaz apelo para que as pessoas resgatem a mensagem deixada por seu pai. "Devem ser perpetuadas a voz e as mensagens deixadas por meu pai. Elas devem ecoar com mais força no peito daqueles que ainda sonham e acreditam que ainda é tempo de mudança", afirmou ela, citando que "os propósitos"” das queimadas hoje são os mesmos da época em que seu pai era vivo.

Por conta da sua luta pela preservação da floresta, Chico Mendes foi assassinado por um fazendeiro dentro de casa, em Xapuri (AC), no dia 20 de dezembro de 1988.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247