Queiroga admite que não tem autonomia no Ministério da Saúde: “o presidente interfere sim”

"As pessoas [dizem] ‘ah, o presidente interfere’. O presidente interfere sim, pede que a gente trabalhe, pede que a gente dialogue com a sociedade, faça entregas para a sociedade. Vou continuar fazendo isso", disse o ministro da Saúde

Marcelo Queiroga e Jair Bolsonaro
Marcelo Queiroga e Jair Bolsonaro (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

Revista Fórum - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, admitiu aquilo que muitos já sabiam – incluindo seu antecessor, Eduardo Pazuello, que cunhou a frase: um manda, outro obedece.

Em entrevista na manhã desta segunda-feira (11), Queiroga não explicou a retirada do parecer contrário ao “kit Covid” da reunião da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) na última quinta-feira (7), mas admitiu que Jair Bolsonaro (Sem partido) interfere, sim, na pasta.

“Temos que trabalhar, é essa a recomendação que recebo do presidente. As pessoas [dizem] ‘ah, o presidente interfere’. O presidente interfere sim, pede que a gente trabalhe, pede que a gente dialogue com a sociedade, faça entregas para a sociedade. Vou continuar fazendo isso. Eu sei que estou no rumo certo”, disse.

PUBLICIDADE

Continue lendo na Fórum

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email