"Quem diz que menina grávida tem que abortar quer ditadura", diz Bolsonaro sobre criança de 11 anos que engravidou após estupro

Apesar das críticas de Jair Bolsonaro e seus seguidores, a criança conseguiu realizar o procedimento previsto em lei para casos de estupro

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado | ABr)


247 - Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira (23), que quem defende o aborto legal para a menina de 11 anos, que engravidou após ser estuprada, “quer impor uma ditadura no Brasil”. Apesar do aborto em casos de estupro ser um direito previsto em lei, a interrupção da gravidez foi negada pela juíza catarinense Joana Ribeiro Zimmer, que também induziu a criança a não realizar o procedimento. Nesta quinta-feira, porém, o Ministério Público Federal (MPF) informou que a criança conseguiu realizar o aborto. 

"Quem quer impor uma ditadura no Brasil não sou eu. É quem não quer a liberdade de expressão, é quem vai controlar a mídia, é quem diz que vai valorizar o MST, é quem diz que esse caso da menina grávida de sete meses tem que abortar”, disse Jair Bolsonaro durante conversa com apoiadores na frente do Palácio da Alvorada.

De acordo com o G1, o hospital - que inicialmente havia se recusado a realizar o aborto legal -  atendeu as recomendações do MPF e realizou o procedimento na quarta-feira. Por meio de nota, a unidade de saúde informou que não fornece informações sobre os pacientes e porque o caso tramita em segredo de justiça. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email