Questionado sobre o que seria pior para o Brasil, Lula ou Bolsonaro, Ciro responde: "vale morrer?"

Com 6% de intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022, Ciro Gomes disse que o ex-presidente Lula "não se renova" e que Jair Bolsonaro é "o fundo do poço"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Ciro Gomes voltou a atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta-feira (16), durante entrevista a José Luiz Datena, no programa Manhã Bandeirantes.

Questionado sobre o que seria pior para o país, entre Lula e Jair Bolsonaro, Ciro perguntou se "vale morrer?" e completou dizendo que o atual presidente é "o fundo do poço". 

"O Lula não se renova. Ele pode fazer o que quiser e bem entender e todo mudo bate palma e diz amém, e isso que corrompeu o Lula. Tenho estima por ele, mas ele não se renova, e o Brasil é um detalhe. O negócio é ele, ele, ele e depois ele de novo", afirmou.

Ciro Gomes, que atualmente tem 6% de intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022, disse também que a decisão do Supremo Tribunal Federal que confirmou a anulação das condenações de Lula deve ser respeitada, mas não admirada. 

"Ao Supremo cabe a última palavra. Temos que ter respeito, acatamento. Isso dito, não somos obrigados a admirar todas as decisões que os ministros tomam. Nesse caso, tudo foi feito errado. Em 2015, 2016, 2017, 2018 eu tentei avisar muitas vezes que o comportamento do então juiz Sergio Moro estava semeando nulidades. Não sou adivinho, dava para saber (…). Agora, estamos falando de condenações que levaram Lula a 580 dias de cadeia. Como o STF vai explicar que essa decisão é ‘não, não, estava tudo errado’? Só viram agora? Depois de tudo feito? Todas as coisas óbvias que aconteceram?", questionou.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email