Randolfe ataca Campos-Marina: "parece gato com lebre"

Em ato de lançamento da sua pré-candidatura à presidência em São Paulo, nesta segunda (24), o senador Randolfe Rodrigues (Psol) afirmou que não irá poupar nenhum dos três principais candidatos ao Palácio do Planalto de críticas; "O pau que baterá em Chico alcançará o Francisco", disse; Randolfe defendeu as manifestações contra a Copa do Mundo marcadas para junho, mas fez críticas a "tática Black Bloc"

Em ato de lançamento da sua pré-candidatura à presidência em São Paulo, nesta segunda (24), o senador Randolfe Rodrigues (Psol) afirmou que não irá poupar nenhum dos três principais candidatos ao Palácio do Planalto de críticas; "O pau que baterá em Chico alcançará o Francisco", disse; Randolfe defendeu as manifestações contra a Copa do Mundo marcadas para junho, mas fez críticas a "tática Black Bloc"
Em ato de lançamento da sua pré-candidatura à presidência em São Paulo, nesta segunda (24), o senador Randolfe Rodrigues (Psol) afirmou que não irá poupar nenhum dos três principais candidatos ao Palácio do Planalto de críticas; "O pau que baterá em Chico alcançará o Francisco", disse; Randolfe defendeu as manifestações contra a Copa do Mundo marcadas para junho, mas fez críticas a "tática Black Bloc" (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Randolfe Rodrigues (Psol) lançou nesta segunda-feira (24), em São Paulo sua pré-candidatura à Presidência da República. Ele afirmou que irá criticar os três principais candidatos ao Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff (PT), o governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) e o senador Aécio Neves (PSDB). "O pau que baterá em Chico alcançará o Francisco", disse.

Randolfe criticou a aliança entre a ex-ministra Marina Silva e Eduardo Campos. "Até a véspera da aliança, ele (Campos) estava conversando com o (Ronaldo) Caiado (deputado ruralista do DEM). Essa união parece com gato com lebre", afirmou. 

No ato, o pré-candidato do Psol disse que irá apoiar as manifestações contra a Copa do Mundo marcadas para junho, mas fez críticas a "tática Black Bloc". "Vamos apoiar qualquer protesto, mas vamos torcer pelo Brasil na Copa", disse o parlamentar. "Nós abominamos a violência, seja de quem for. Somos contra a tática Black Bloc", disse. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email