Ranier Bragon: Bolsonaro tem tudo a ver com o Flaviogate, só não vê quem não quer

Em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo, o jornalista Ranier Bragon afirma ser "preciso muito amor no coração, muita candura de espírito para considerar plausíveis as (não) explicações dadas até agora por Jair Bolsonaro sobre o suspeitíssimo caso de seu filho Flávio e do ex-motorista deste, Fabrício Queiroz"

Ranier Bragon: Bolsonaro tem tudo a ver com o Flaviogate, só não vê quem não quer
Ranier Bragon: Bolsonaro tem tudo a ver com o Flaviogate, só não vê quem não quer (Foto: Dir.: ABR)

247 - Em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo, o jornalista Ranier Bragon afirma ser "preciso muito amor no coração, muita candura de espírito para considerar plausíveis as (não) explicações dadas até agora por Jair Bolsonaro sobre o suspeitíssimo caso de seu filho Flávio e do ex-motorista deste, Fabrício Queiroz". "Perdoem-me os embevecidos pela lua de mel, mas infelizmente Jair tem muita coisa a ver com isso", diz.

O jornalista reforça que o "presidente recebeu na conta da mulher, Michelle, R$ 24 mil de Queiroz. Também empregou no gabinete em Brasília uma filha desse motorista, que repassava quase todo o salário ao pai e cuja atividade identificável era a de personal trainer no Rio".

"É plausível Bolsonaro emprestar R$ 40 mil a um sujeito que movimentava milhões, segundo o Coaf? É plausível o presidente não ter mostrado sequer um extratozinho bancário do suposto empréstimo? É plausível o pagamento ter ido para a mulher sob o argumento de que o marido, que recebia mensalmente R$ 33,7 mil na conta, não ter tempo de movimentar dinheiro? É plausível Bolsonaro não saber o que a filha de Queiroz fazia em seu gabinete?", questiona.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247