Receita apreende 645 kg de cocaína em porto de SC

Agentes da Receita Federal da Alfândega de São Francisco do Sul (SC) apreenderam cerca de 645 quilos de uma substância semelhante a cocaína; droga estava escondida em meio a carga de um contêiner que seria embarcado em um navio que partiria nesta quarta-feira, 25, do Porto de Itapoá, no norte catarinense, com destino à Bélgica; produto estava embalado em tabletes espalhados por 24 bolsas

Agentes da Receita Federal da Alfândega de São Francisco do Sul (SC) apreenderam cerca de 645 quilos de uma substância semelhante a cocaína; droga estava escondida em meio a carga de um contêiner que seria embarcado em um navio que partiria nesta quarta-feira, 25, do Porto de Itapoá, no norte catarinense, com destino à Bélgica; produto estava embalado em tabletes espalhados por 24 bolsas
Agentes da Receita Federal da Alfândega de São Francisco do Sul (SC) apreenderam cerca de 645 quilos de uma substância semelhante a cocaína; droga estava escondida em meio a carga de um contêiner que seria embarcado em um navio que partiria nesta quarta-feira, 25, do Porto de Itapoá, no norte catarinense, com destino à Bélgica; produto estava embalado em tabletes espalhados por 24 bolsas (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alex Rodrigues, da Agência Brasil - Agentes da Receita Federal da Alfândega de São Francisco do Sul (SC) apreenderam cerca de 645 quilos de uma substância semelhante a cocaína. A droga estava escondida em meio a carga de um contêiner que seria embarcado em um navio que partiria hoje (25), do Porto de Itapoá, no norte catarinense, com destino à Bélgica.

O produto estava embalado em tabletes espalhados por 24 bolsas. As equipes de vigilância da Receita o encontraram durante uma ação de rotina, quando conferiram se o conteúdo de 36 contêineres batiam com as declarações de exportação. Ao abrir um recipente que transportava madeira compensada para a Europa, os agentes se depararam com as bolsas contendo o pó branco parecido com a cocaína.

A suspeita é que a substância tenha sido colocada no contêiner sem o conhecimento do dono da carga de madeira, mas só a investigação que está a cargo da Polícia Federal (PF) apontará os envolvidos. Toda a carga suspeita já se encontra em posse da PF.

A última apreensão de drogas no Porto de Itapoá ocorreu em setembro de 2016, quando a Receita Federal e a Polícia Federal encontraram 40 quilos de cocaína escondidos em um contêiner. Em outras localidades, grandes quantidades de drogas têm sido apreendidas pela Receita e pela PF.

No último dia 18, no Porto de Santos (SP), 590 quilos de cocaína foram encontrados em um recipiente com sacas de amendoim que também tinha como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email