Reforma de Bolsonaro cria aposentadoria menor que mínimo

O governo Jair Bolsonaro quer criar regras diferenciadas para o público que hoje recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. A mudança central é que o valor do pagamento não ficará atrelado ao salário mínimo como é hoje; essa medida foi a que teve pior repercussão entre os parlamentares no Congresso Nacional, após a divulgação da minuta da reforma da Previdência

Reforma de Bolsonaro cria aposentadoria menor que mínimo
Reforma de Bolsonaro cria aposentadoria menor que mínimo (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

247 - O governo Jair Bolsonaro quer criar regras diferenciadas para o público que hoje recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. A mudança central é que o valor do pagamento não ficará atrelado ao salário mínimo como é hoje. Essa medida foi a que teve pior repercussão entre os parlamentares no Congresso Nacional, após a divulgação da minuta da reforma da Previdência.

A reportagem do DCM destaca que "deputados e senadores já avisam que uma medida como essa não passa no plenário das duas Casas. A avaliação é de que a ideia penaliza a população que hoje já sofre para conseguir se sustentar."

E acrescenta: "o ex-presidente Michel Temer também tentou propor a possibilidade de pagar benefícios assistenciais abaixo do salário mínimo, mas foi um dos primeiros pontos a cair em meio às negociações com os parlamentares. No governo, a percepção é de que não se pode atrelar o salário mínimo, que estabelece a remuneração básica do trabalhador, à assistência, cujo pagamento não requer nenhuma contribuição."

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247