Reinaldo: escolhas de Zema fluem no mesmo sentido da lama que engole pessoas

O jornalista Reinaldo Azevedo afirma, em seu blog no Uol, que, "o desastre de Brumadinho já tem uma frase-símbolo, dita por Romeu Zema, o governador que está no comando de Minas há 26 dias: 'Vamos resgatar somente corpos'. Ele é do partido 'Novo' — eis uma abordagem, com efeito, bastante 'novo' da questão", ironiza; "Ele e seu partido já fizeram escolhas que fluem no mesmo sentido da lama que engole pessoas e decência"

Reinaldo: escolhas de Zema fluem no mesmo sentido da lama que engole pessoas
Reinaldo: escolhas de Zema fluem no mesmo sentido da lama que engole pessoas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Reinaldo Azevedo afirma, em seu blog no Uol, que, "o desastre de Brumadinho já tem uma frase-símbolo, dita por Romeu Zema, o governador que está no comando de Minas há 26 dias: 'Vamos resgatar somente corpos'. Ele é do partido 'Novo' — eis uma abordagem, com efeito, bastante 'novo' da questão. Oh, não! Ele não pode ser responsabilizado pelo desastre. Mas ele e seu partido já fizeram escolhas que fluem no mesmo sentido da lama que engole pessoas e decência".

"Há mais do que somente corpos, senhor governador novato. Há histórias pessoais. Há filhos sem pais. Pais sem filhos. Mulheres sem maridos. Maridos sem mulheres. Parceiros sem parceiros.  Amigos sem amigos. E, infelizmente para o país, terei de dizer o que ele tem com isso. Não foi só o erro que matou em Brumadinho — porque algum houve. Não foi só o descuido que matou em Brumadinho, porque algum houve. O que matou em Brumadinho foi um entendimento do mundo. Um entendimento que mata pessoas", diz.

De acordo com o jornalista, "é preciso aumentar o rigor, não diminuí-lo, como se fez ali e como se tende a fazer em Minas e em toda parte, agora que chegou ao poder esta seita que, à luz do dia, faz cara de liberal e, à sombra, remete à fuça do que há de mais velho e encarquilhado no país". "É na condição de liberal que digo: o liberalismo não foi feito para matar ninguém".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247