Renan Calheiros diz que destino de Moro e Dallagnol é a cadeia

O senador Renan Calheiros afirmou que Sergio Moro e Deltan Dallagnol, ambos da Lava Jato, “estavam bem lúcidos quando cometeram seus crimes” e reforçou que o ex-juiz “quer se fazer de doido” ao negar o conteúdo da Vaza Jato

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Renan Calheiros (MDB) aproveitou as últimas informações da Vaza Jato, mostrando crimes da Lava Jato, para defender que o destino de Sergio Moro e Deltan Dallagnol “é a cadeia”. Ambos eram parte da Operação Lava Jato: Moro era o juiz e Dallagnol o chefe da força-tarefa.

As mensagens recentemente vazadas comprovaram, novamente, os diversos crimes da Lava Jato, pilar fundamental do golpe, que Renan apoiou ao votar pelo impeachment de Dilma Rousseff.

Segundo ele, em publicação no Twitter, nesta quarta-feira, 3, “Moro se agarra à única bóia: negar obsessivamente o que agora está provado pelo STF”. “Quer se fazer de doido”, disse. 

O senador ainda afirmou que “alucinações e delírios são sintomas de psicoses'. Só que ele e Deltan Dallagnol estavam bem lúcidos quando cometeram seus crimes”. 

“O destino de ambos é a cadeia”, reforçou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email