Ricardo Coutinho: mais do que nunca é necessário resistir

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), afirmou em vídeo que os brasileiros estão atentos ao julgamento do recurso do ex-presidente Lula pelo TRF-4 nesta quarta-feira, 24, e voltou a defender que Lula foi condenado sem provas; para o governador paraibano, o momento deve ser de intensificação da resistência. "Mais do que nunca é necessário resistir, construir a unidade das forças populares. É necessário fazer com que o Brasil volte a ter esperança a partir do seu povo", afirmou

Brasília- DF- Brasil- 19/11/2014- O governador reeleito da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, fala à imprensa após encontro com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília- DF- Brasil- 19/11/2014- O governador reeleito da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, fala à imprensa após encontro com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

247 - O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), afirmou em vídeo que os brasileiros estão atentos ao julgamento do recurso do ex-presidente Lula pelo TRF-4 nesta quarta-feira, 24, e voltou a defender que Lula foi condenado sem provas. 

"Ninguém pode ser condenado quando o objeto do suposto ilícito está em nome de outra empresa [OAS] e foi recentemente penhorado pela mesma Justiça Federal em nome de um credor [Caixa] daquela mesma empresa. Como alguem pode ser dono de algo que não tem escritra, não tem a posse, não morou lá?", disse Coutinho. 

Para o governador, o que está em discussão é o Estado Democrático de Direito. "O Brasil nunca teve uma liderança popular da estatura de Lula. E querem destruir isso não através de provas, mas com convicções que não são as do povo brasileiro", afirmou. 

Para o governador paraibano, o momento deve ser de intensificação da resistência. "Mais do que nunca é necessário resistir, construir a unidade das forças populares. É necessário fazer com que o Brasil volte a ter esperança a partir do seu povo", afirmou. 

Inscreva-se na TV 247 e assista ao depoimento de Ricardo Coutinho:

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247