Roberta Luchsinger vê obstrução à Justiça em denúncia contra Moro

Em seu Twitter, a herdeira Roberta Luchsinger comentou a nebulosa relação entre o juiz Sérgio Moro e o advogado Carlos Zucolotto, acusado de negociar penas mais brandas a investigados na Lava Jato; "A relação do juiz Moro com o advogado Carlos Zucolotto deveria ser interpretada como crime de obstrução de Justiça", escreveu Roberta; ela ganhou notoriedade depois de anunciar a doação de R$ 500 mil ao ex-presidente Lula

Em seu Twitter, a herdeira Roberta Luchsinger comentou a nebulosa relação entre o juiz Sérgio Moro e o advogado Carlos Zucolotto, acusado de negociar penas mais brandas a investigados na Lava Jato; "A relação do juiz Moro com o advogado Carlos Zucolotto deveria ser interpretada como crime de obstrução de Justiça", escreveu Roberta; ela ganhou notoriedade depois de anunciar a doação de R$ 500 mil ao ex-presidente Lula
Em seu Twitter, a herdeira Roberta Luchsinger comentou a nebulosa relação entre o juiz Sérgio Moro e o advogado Carlos Zucolotto, acusado de negociar penas mais brandas a investigados na Lava Jato; "A relação do juiz Moro com o advogado Carlos Zucolotto deveria ser interpretada como crime de obstrução de Justiça", escreveu Roberta; ela ganhou notoriedade depois de anunciar a doação de R$ 500 mil ao ex-presidente Lula (Foto: Charles Nisz)

247 - Herdeira de um fundo milionário do banco Credit Suisse administrado por seu avô, Roberta Luchsinger comentou nesta segunda-feira (28) a ligação entre o juiz Moro e o advogado Carlos Zucolotto, acusado de intermediar negociações para abrandar penas de delatores da operação Lava Jato.

"A relação do juiz Moro com o advogado Carlos Zucolotto deveria ser interpretada como crime de obstrução de Justiça", escreveu a socialite em seu perfil no Twitter.

Roberta ganhou notoriedade ao anunciar a doação de R$ 500 mil ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando o ele teve seus bens bloqueados por Moro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247