Rodrigo Maia: "Não podemos permitir que bolsonaristas continuem perpetuando a ideia de fechamento de instituições"

"Tolerância com intolerantes nos leva no sentido contrário e a história já nos mostrou isso. Ou agimos agora, ou corremos o risco de testemunhar aqui as cenas patéticas de uma horda de lunáticos medievais invadindo o Congresso em nome de uma causa que só existe na cabeça deles", afirmou o ex-presidente da Câmara. Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, durante cerimônia de posse do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, durante cerimônia de posse do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal e ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se manifestou por meio de sua página nas redes sociais sobre a prisão de Daniel Silveira e a decisão que a Casa deverá tomar sobre a manutenção da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), após os ataques do parlamentar contra ministros da corte e a defesa do AI-5..

"A Câmara pode ajudar o Brasil, mais uma vez, a reforçar seu compromisso com a democracia. Não podemos permitir que grupos bolsonaristas continuem perpetuando a ideia de fechamento de instituições como o Congresso Nacional e o STF", escreveu Maia.

"Não há outro caminho para quem faz parte desta instituição a não ser a constante luta pelo fortalecimento da nossa democracia e do Estado Democrático de Direito", lembrou o parlamentar numa sequência de tuítes.

"Tolerância com intolerantes nos leva no sentido contrário e a história já nos mostrou isso. Ou agimos agora, ou corremos o risco de testemunhar aqui as cenas patéticas de uma horda de lunáticos medievais invadindo o Congresso em nome de uma causa que só existe na cabeça deles", frisou.


 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email