‘Rosa vota sempre pela colegialidade, coisa que os sistemas totalitários exigiam de seus juízes’

O teólogo e escritor Leonardo Boff bateu pesado na ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber pelo voto contra o Habeas Corpus apresentado pela defesa do ex-presidente Lula; "A ministra Rosa Weber fez um discurso intrasistêmico,mais interessada em dar coerência às intervenções do STF que julgar o HC de Lula. Vota sempre pela colegialidade, coisa que os sistemas totalitários exigiam de seus juízes. Colegialidade é unanimidade. Esta é sempre burra", escreveu o estudioso em sua conta no Twitter

Bras�lia - O escritor e professor universit�rio Leonardo Boff e a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Ros�rio, participam da abertura do 2� Encontro Nacional dos Centros de Refer�ncia em Direitos Humanos
Bras�lia - O escritor e professor universit�rio Leonardo Boff e a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Ros�rio, participam da abertura do 2� Encontro Nacional dos Centros de Refer�ncia em Direitos Humanos (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O teólogo e escritor Leonardo Boff bateu pesado na ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber pelo voto contra o Habeas Corpus apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tenta evitar a prisão.

"A ministra Rosa Weber fez um discurso intrasistêmico,mais interessada em dar coerência às intervenções do STF que julgar o HC de Lula.Vota sempre pela colegialidade,coisa que os sistemas totalitários exigiam de seus juizes.Colegialidade é unanimidade.Esta é sempre burra", escreveu o estudioso em sua conta no Twitter.

Pelo placar de 6x5, o STF negou o HC do ex-presidente Lula, condenado no processo do triplex do Guarujá (SP) tanto na primeira como na segunda instância jurídica. O Ministério Público Federal denunciou Lula, em setembro de 2016, alegando que o petista recebeu R$ 3,7 milhões em benefício próprio da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012, através de um triplex no Guarujá (SP). Mas o curioso é que o procurador Henrique Pozzobon admitiu não existir "prova cabal" de que o petista é "proprietário no papel" do tripléx. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247