Rosemary se reuniu 39 vezes com ex-executivos do BB

O recordista nos encontros é Ricardo Oliveira, que foi vice-presidente do banco até maio de 2012; ele alega que a ex-chefe de gabinete da Presidência em São Paulo apenas agendava encontros com o então presidente Lula

Rosemary se reuniu 39 vezes com ex-executivos do BB
Rosemary se reuniu 39 vezes com ex-executivos do BB
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A ex-chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha, se reuniu 39 vezes com executivos de alto escalão do Banco do Brasil entre 2007 e 2012. É o que apontam os registros em sua agenda pessoal, obtida pela Folha por meio da Lei de Acesso à Informação.

Os irmãos Paulo, Rubens e Marcelo Vieira, aparecem em segundo lugar na agenda, com 35 reuniões -29 delas no escritório da Presidência.

Rose e os Vieira foram indiciados pela Polícia Federal sob suspeita de formação de quadrilha e tráfico de influência na Operação Porto Seguro.

Ricardo Oliveira, que foi vice-presidente até maio de 2012, é o recordista nos encontros marcados, aparece em 17 reuniões. Ele alegou que Rose apenas agendava encontros com o então presidente Lula. Segundo ele, um dos assuntos tratados foi a compra da Nossa Caixa, em novembro de 2008, por R$ 5,38 bilhões. 

Também são citados encontros com Ricardo Flores, José Luís Salinas, Paulo Oshiro e Alencar Ferreira, todos do Banco do Brasil.
Ferreira foi acusado de ter produzido um dossiê contra Marina Mantega, filha do ministro da Fazenda, Guido Mantega. O documento foi interpretado como uma chantagem contra o ministro por causa das disputas para nomear o presidente da Previ.

Em um e-mail revelado pela Polícia Federal, Rosemary pede aos Vieira, donos de uma faculdade no município paulista de Cruzeiro, a emissão de um falso diploma para que seu marido, José Cláudio de Noronha, fosse nomeado para um cargo no Conselho de Administração da Brasilprev, companhia de previdência privada que tem o Banco do Brasil como acionista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email