Rui Pimenta: se não houver reação, direita passará o rolo compressor

Em análise sobre a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF4, o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, diz que o resultado por 3 a 0 mostra "manda um recado claro: que não haverá nenhum tipo de saída negociada, que o golpe costuma se impor pela força e que as ilusões de que isso poderia ser resolvido por vias jurídicas vai desaparecendo"; em vídeo, ele prevê ainda que a prisão de Lula está próxima e que, se a esquerda não reagir, "a direita e o golpe vão passar o rolo compressor em cima das organizações populares e operárias"; "É preciso dar uma resposta à altura", defende; assista

Em análise sobre a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF4, o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, diz que o resultado por 3 a 0 mostra "manda um recado claro: que não haverá nenhum tipo de saída negociada, que o golpe costuma se impor pela força e que as ilusões de que isso poderia ser resolvido por vias jurídicas vai desaparecendo"; em vídeo, ele prevê ainda que a prisão de Lula está próxima e que, se a esquerda não reagir, "a direita e o golpe vão passar o rolo compressor em cima das organizações populares e operárias"; "É preciso dar uma resposta à altura", defende; assista
Em análise sobre a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF4, o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, diz que o resultado por 3 a 0 mostra "manda um recado claro: que não haverá nenhum tipo de saída negociada, que o golpe costuma se impor pela força e que as ilusões de que isso poderia ser resolvido por vias jurídicas vai desaparecendo"; em vídeo, ele prevê ainda que a prisão de Lula está próxima e que, se a esquerda não reagir, "a direita e o golpe vão passar o rolo compressor em cima das organizações populares e operárias"; "É preciso dar uma resposta à altura", defende; assista (Foto: Gisele Federicce)

247 - O presidente nacional e um dos fundadores do PCO (Partido da Causa Operária), Rui Costa Pimenta, analisa que o placar por 3 a 0 no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) ao condenar o ex-presidente Lula em segunda instância é significativo.

"Esse resultado manda um recado claro, que a esquerda nacional tem que compreender, que é que não vai ter nenhum tipo de saída negociada, que o golpe costuma se impor pela força, pelo peso do aparato do Estado, contra o PT e a esquerda em geral, e que as ilusões de que isso pode ser resolvido por vias jurídicas vai desaparecendo", afirma, em vídeo.

"O movimento operário, popular tem que se mobilizar. Chegou a hora de enfrentar essa situação. A direita mostrou que esse é um jogo de tudo ou nada. Não vai dar empate, não vai dar um resultado dividido. Ou o movimento operário para a direita e para o golpe, ou a direita e o golpe vão passar o rolo compressor em cima das organizações populares e operárias", defende.

Pimenta acredita também que "eles só estão procurando criar as condições apropriadas para colocar o Lula na cadeia". E "uma vez que Lula esteja preso, as principais lideranças do PT estão ameaçadas também", acrescentou, citando Dilma Rousseff e Gleisi Hoffmann.

"É uma política para destruir o Partido dos Trabalhadores, que não tem nada a ver exclusivamente com o PT. Eles querem destruir qualquer tipo de participação das organizações operárias e populares no poder. Isso tem que ficar claro, o resultado é nítido e não deixou margem a dúvidas", avalia. "É preciso dar uma resposta à altura, não adianta ficar contando com sonhos cor-de-rosa, porque isso não vai dar uma saída", completa.

Assista:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247