Sakamoto: Bolsonaro despenca por ataques à imprensa e por medidas do WhatsApp

O jornalista Leonardo Sakamoto destaca que "duas hipóteses ajudariam a explicar a redução da diferença entre os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad na pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta (25): uma redução na quantidade de disparos em massa de mensagens pró-Bolsonaro via WhatsApp e o impacto negativo de declarações antidemocráticas do candidato e de seu filho na última semana", decorrentes da revelação do esquema bancado por empresários para favorecer a candidatura de extrema direita do candidato do PSL

Sakamoto: Bolsonaro despenca por ataques à imprensa e por medidas do WhatsApp
Sakamoto: Bolsonaro despenca por ataques à imprensa e por medidas do WhatsApp

247 - O jornalista Leonardo Sakamoto destaca que "duas hipóteses ajudariam a explicar a redução da diferença entre os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad na pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta (25): uma redução na quantidade de disparos em massa de mensagens pró-Bolsonaro via WhatsApp e o impacto negativo de declarações antidemocráticas do candidato e de seu filho na última semana".

Segundo ele, a tendência de queda de Bolsonaro – que apesar de ainda liderar com 56% dos votos válidos, diante de 44% do ex-prefeito, mas viu a folga cair um uma semana –"seria uma reação diante da reportagem de Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, que mostra a utilização de consultorias digitais para bombar mensagens negativas ao candidato do PT através do WhatsApp por parte de empresários, o que beneficiaria o deputado do PSL – que negou envolvimento e vem atacando violentamente o jornal desde então".

"A segunda hipótese seria o aumento da militância antibolsonarista, engrossada pelo medo causado por declarações violentas do candidato e de sua família. Vale lembrar que ele tem sinalizado ao centro apenas do ponto de vista econômico, mantendo uma visão excludente no que diz respeito a direitos fundamentais, o que não é típico de candidaturas disputando segundo turno. Essa militância não se confunde, nem de longe, com a militância petista", afirma.

Leia a íntegra no Blog do Sakamoto.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247